Blog

Como é fazer parte do Sistema B: “Nosso sucesso é medido por outros indicadores além do financeiro”, diz fundador da Matéria Brasil

 Na primeira entrevista com empresas do Sistema B da série do Blog da Papel Semente, Bruno Temer, da Matéria Brasil, explica os desafios da sustentabilidade no mundo dos negócios e como uma nova concepção de lucro pode ser usada para gerar impactos positivos no planeta.

   

O que gera o sucesso é uma questão que abrange todos os empreendedores em diferentes áreas do mercado. Para responder essa dúvida universal, é preciso antes entender o que é o sucesso. Seria o sucesso apenas o lucro financeiro ou também é impactar positivamente para uma sociedade mais balanceada em termos sociais, ambientais e culturais? Para as empresas que fazem parte do Sistema B, o sucesso é gerar lucro de forma sustentável, ou seja, contribuir para um sistema que permite sua permanência e continuidade nos quatro termos citados acima.

A Matéria Brasil é uma empresa com o selo do Sistema B. A companhia presta serviços de consultoria de design e conhecimento B2B e auxilia na sustentabilidade de projetos de outras empresas. “Percebemos que algumas pessoas buscavam alternativas para um consumo mais consciente, sejam nos produtos, materiais ou serviços, mas que não havia um pensamento/ projeto sério voltado pra isso. Daí a idéia de auxiliar outras empresas a mudar seus preceitos e incluir a responsabilidade sócio ambiental no negócio e não em departamentos específicos ou como pauta das fundações.”, explica Bruno Temer, fundador da Matéria Brasil.

Um pouquinho da história…

Já passaram pela consultoria da Matéria Brasil empresas multinacionais como a Siemmens e Embraer, ONGs como WWF e Onda Verde e até empresas B como a Rede Asta e a Tricilos, empresas inovadoras como a Zebu e Zerezes. Até instituições públicas como a Sebrae, Senac e Firjan tiveram projetos feitos com a Matéria Brasil. “Buscamos sempre diversificar nossa atuação para termos um entendimento e atuação em diversas áreas da economia.”, conta Bruno.

Recentemente, a Matéria Brasil desenvolveu uma unidade móvel de reciclagem na qual a ideia principal era trazer a reciclagem para o dia a dia das pessoas. A unidade móvel de educação mostrou o valor e as possibilidades de ressignificação dos resíduos plásticos. No fim do projeto, a máquina foi doada para a cooperativa anfitriões do Cosme Velho, que trabalha com turismo na região do Corcovado, no Rio de Janeiro, para que pudessem transformar os resíduos da região em souvenirs para serem vendidos para os turistas.

 Como é fazer parte do Sistema B

Ter o certificado de empresa que faz parte do Sistema B é “um marco em uma jornada de constante melhorias na busca de empreender com responsabilidade e com a vontade de contribuir para melhorar nossa comunidade, sociedade e ecossistema.”, explica Bruno Temer, da Matéria Brasil.

Em entrevista para o Blog da Papel Semente, o fundador da Matéria Brasil, Bruno Temer, falou sobre sustentabilidade e paradigmas que devem ser evoluídos para todas as empresas impactarem positivamente em toda a sociedade:

 

Qual é o maior desafio para uma empresa conseguir ser 100% sustentável hoje?

Primeiro precisamos refletir sobre o que é ser sustentável, sustentabilidade é uma condição de um sistema que permite sua permanência/ continuidade. Neste sentido, não sei se buscamos ser sustentáveis no atual modelo econômico em que estamos inseridos. Buscamos ser disruptivos e inovar com transparência e responsabilidade, o que é muito melhor do que sustentar este sistema, não acham? Enfim, de toda forma, para sermos coerentes, transparentes e responsáveis temos alguns desafios:

O primeiro é o mercado e o modelo econômico em geral que não favorece o pequeno empresário e muito menos estimula inovações com responsabilidade. Também temos os consumidores que ainda não tem a consciência dos impactos gerados por suas escolhas de consumo. Os empresários que buscam sucesso e realização somente no campo financeiro.

É difícil trazer alguns argumentos e benefícios subjetivos e algumas vezes intangíveis pra planilhas de excel e comprovar um aumento do lucro financeiro, neste sentido estamos lutando contra um sistema que favorece aqueles que não se preocupam com impacto das suas ações sejam elas pessoais ou profissionais. Numa sociedade da produção, consumo e descarte, tudo o que não traz benefícios ou prejuízos financeiros diretos é considerada uma externalidade econômica….

 

Você sente que as empresas brasileiras ainda não tem o costume de implementar projetos sustentáveis? Ou acredita que a sustentabilidade vem se tornando tendência no mundo corporativo também?

É uma tendência, sim, cada vez mais. Se formos comparar com o ano de 2005, quando fundamos a Fibra Design Sustentável, percebemos uma grande mudança. Movimentos e organizações como o sistema B ou a Ellen macarthur foundations ( Economia Circular)  contribuem muito para trazer indicadores de sucesso além dos financeiros, mas sem deixar de dialogar com a lógica do mercado e a busca pelo lucro. De toda forma ainda sinto que é uma tendência bem maior nos departamentos de marketing e de responsabilidade sócio ambiental, e não necessariamente uma mudança nos rumos do negócio.

 

É preciso abdicar de lucro para fazer eventos/projetos sem danos ao meio ambiente? Ou é possível economizar ao buscar minimizar os impactos?

 

Naturalmente se buscamos lucro em outras áreas como a social, ambiental e até mesmo cultural, teremos que abrir mão de parte do lucro financeiro. Por outro lado, existem diversas alternativas que geram economias financeira também, mas na maioria dos casos é no longo prazo, na mudança de padrões e paradigmas. No caso dos eventos, é difícil, é tudo pra ontem, investe se muito tempo e recursos numa grande ação de ativação ou marketing, que vai durar algumas horas, no máximo dias… é difícil justificar tantos custos humanos, sociais e ambientais para um benefício tão superficial e momentâneo.

Qual é a importância de fazer parte do Sistema B para a Matéria Brasil e como isso impacta a sua empresa?

 

Fazer parte do sistema B é importante por diversos motivos:

– Pra dentro da nossa empresa é muito importante conseguirmos mapear nossas práticas, impactos positivos e negativos, desafios e oportunidades para melhorar nosso desempenho para além do financeiro, se certificar não é o fim, é um marco em uma jornada de constante melhorias na busca de empreender com responsabilidade e com a vontade de contribuir para melhorar nossa comunidade, sociedade e ecossistema.

– Pra fora, é um movimento global muito inspirador e potencializador do nosso impacto positivo. Os encontros entre empresários B possibilitam trocas de experiências, sucessos e insucessos, o espelhamento com pessoas que também buscam propósito em seus negócios é muito inspirador. Isso sem falar na rede de negócios e trocas que se abrem. É muito bom poder trabalhar com empresas B, pulamos a parte do convencimento, já estamos alinhados que não é mais suficiente ser o melhor do mundo e desconsiderar as “externalidades negativas”. Queremos sim empreender e termos sucesso em nossos negócios, mas nosso sucesso é medido por outros indicadores além do financeiro, que também é muito importante. Na verdade, não queremos gerar menos impacto, o que buscamos é gerar cada vez mais impacto, mas impacto positivo e do bem.

 

Mais informações da Matéria Brasil:

www.materiabrasil.com.br

Telefone: +55 21 2233-3126

 

 

A Papel Semente é uma empresa B que quer divulgar parcerias que também contribuem para uma economia mais sustentável. Conheça aqui mais sobre a Papel Semente.

A Papel Semente é uma empresa especializada em transformar papéis recicláveis em papéis que podem ser plantados. No processo de fabricação semi-artesanal, sementes são implantadas no papel, deixando-os apto para serem plantados no solo.

Depois de usar o papel, é possível picar, plantar, molhar e germinar uma linda flor e hortaliça.

A Papel Semente produz papéis com as sementes escolhidas pelos clientes. Podem ser de cenoura, tomate ou até mesmo cravo-francês e margaridas. Além disso, estes papéis plantáveis são feitos em diversos formatos. De folhas A4 à convites de casamento que podem ser plantados. São mais de 170 diferentes maneiras de usar o papel semente.

Para saber mais, confira nosso trabalho nesta reportagem do “Good News” na RedeTV!

 

Leia Mais:

10 Plantas Medicinais Super Fáceis De Manter Dentro De Casa

20 Cantinhos Lindos De Casas Para Inspirar Ambientes Mais Verdes

Posts Relacionados

Um pensamento sobre “Como é fazer parte do Sistema B: “Nosso sucesso é medido por outros indicadores além do financeiro”, diz fundador da Matéria Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *